segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

2008

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Ano Novo cheio de saúde

Serão estes os votos do Ministro da Saúde ao avançar com o encerramento de diversos SAP, serviços de urgência e blocos de partos por esse burgo fora?

Grande novidade…

A SIC noticia que o número de jornais de distribuição gratuita a circular pelo burgo duplicou no ano que agora finda.

Outra coisa não seria de esperar, já que, tendo em conta que a populaça está tesa que nem carapaus e que as perspectivas para o ano que vem não são as melhores, este tipo de publicações diárias, cuja fraca credibilidade inicial, tantas vezes posta em causa, tem vindo a aumentar substancialmente, permite poupar umas coroas valentes ao fim do mês.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Boas Festas

Problemas informáticos impediram-me de publicar, a tempo e horas, os meus votos de boas festas nesta quadra que celebramos.

Como mais vale tarde do que nunca, FESTAS FELIZES e, já agora e não vá o nefasto tecê-las, os meus votos sinceros dum excelente ANO NOVO, cheio de saúde e outras coisas importantes na vida da populaça.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Tapeçaria a alta velocidade

As histórias das “mil e uma noites”, tipo Ali Bábá e os 40 ladrões, continuam a fazer as delícias da populaça mundial, graúda e miúda.

A prová-lo está a crença estúpida de alguns cientistas norte-americanos que dizem que, em teoria, é certo, um tapete poderia erguer-se do chão e voar alguns metros.

Teria, com toda a certeza, que ser um tapete telecomandado, já que não poderia transportar o faquir por causa do impacto dumas certas vibrações aplicadas à tapeçaria necessárias para o voo.

Talvez adaptar ao tapete um motor, daqueles mais pequenos e com pouca potência…

Teste publicitário

Redescubra o prazer de viajar numa velha chocolateira!

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Agradecimentos

Ao blog Cabalas, pelo link feito ao Sempre a Produzir.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Não parece, mas…

…fechadas as estatísticas relativas ao ano passado, e segundo os dados divulgados pelo Eurostat, a populaça cá do burgo tem 25% menos poder de compra do que a média da União Europeia e ficámos, inclusive, atrás de países como a Eslovénia, Malta e República Checa.

Não parece porque, a avaliar pela quantidade de gente a fazer fila para pagar nas diversas lojas por onde passei , em busca dumas singelas compras de Natal, a populaça está cheia de euros para gastar.

Ou será que anda tudo de cartão de crédito na mão e o endividamento das famílias portuguesas vai aumentar drasticamente nesta altura do ano?

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Inflação e aumentos

Dizem os carolas do executivo do Sr. Sócrates que a previsão do aumento da inflação se cifra nos 2,1%, a mesma quota pela qual se regeram para dar à populaça um parco aumento dos salários em 2008.

No entanto, não são só os salários que vão aumentar e há serviços que, com toda a naturalidade, também vão ver os seus valores revistos.

É, digo eu, como diz muita populaça, normal.

O que não é nada normal é que os mesmos carolas que falam em recuperação económica, em melhorias no nível de vida dos portugueses e mais um monte de merdas venham, agora, dizer que os transportes vão aumentar 3,9%.

Estamos a falar de 1,8% acima da tal inflação prevista e estamos a falar dos transportes, um sector indispensável a tantos portugueses que não têm dinheiro para poder ter uma carripana ou que, por outro lado, optam pela não utilização da mesma no dia-a-dia com vista à poupança duns quantos euros no final do mês.

Isto é quase um paradoxo, já que o Sr. Sócrates farta-se de apregoar aquela coisa de que a populaça está a trabalhar e a estudar, ou tem vários empregos para ajudar o país a andar para a frente, e, afinal, não ajuda essa mesma populaça a dirigir-se para o seu local de labuta diária.

Resta-nos, à populaça, esperar para ver quais serão os aumentos noutros produtos, ou serviços, essenciais na vida duma casa…

Interpretação duma frase

A frase…

O governo do Sr. Sócrates é como um preservativo.

A interpretação…

O preservativo:
- Permite inflação
- Impede produção
- Destrói a próxima geração
- Protege um bando de caralhos
- Transmite um certo sentimento de segurança para quem o usa

No entanto, e a bem da verdade, alguém está a foder outro alguém.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Pode ser que me venha a calar

Diz o Sr. Chávez que esteve a reflectir intensamente e que tomou a decisão de se pôr a andar lá para 2012, por culpa dos apoiantes, simpatizantes e outros “antes” que não quiseram aprovar as reformas propostas no referendo do passado Domingo.

Restam-lhe, no entanto, cerca de quatro anos e uns pozinhos para continuar a impor as suas políticas e fazer a merda que bem entenda fazer, além de que ainda lhe vai sobrar tempo para continuar a meditar sobre o futuro, o que implica, sempre, a possibilidade de dar o dito por não dito e voltar atrás na decisão que agora comunicou à populaça lá da terra.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Chulagem

Mais de metade da populaça vê com bons olhos a legalização das putas que actuam em estabelecimentos de passe ou bordéis.

No estudo realizado, destacam-se os factos de serem homens com idades até aos 54 anos, da classe média/baixa ou baixa e, o facto mais interessante, serem gajos que votam no Partido Socialista, precisamente aquele que mais tem chulado a populaça nos últimos tempos.

Coincidência ou não, obviamente que nem todos terão interesses económicos ligados à actividade do putedo, mas que sejam 20 ou 25 por cento dos tais 50...

É muito chulo junto para um burgo tão pequeno como o nosso.

Ninguém me manda calar, cojones!

Parece que o Sr. Chávez decidiu dar a conhecer ao mundo, que, ingenuamente, ainda não se tivesse apercebido da sua verdadeira natureza, uma lição do que é uma ditadura antidemocrática.

Depois de derrotado no referendo do passado Domingo, o Sr. Chávez parece não aceitar aquilo que considera “una victória de mierda” dos seus opositores e, numa atitude nefasta e descabida face à política internacional, já disse que a reforma da constituição vai ser alvo de novo referendo.

Resta saber quais serão os argumentos que o Sr. Chávez irá usar na futura campanha…

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

SILÍCIO

Elemento metalóide (semi-metal) pertencente ao Grupo IV da Tabela Periódica com Z = 14.


Configuração electrónica: [Ne] 3s2 3p2
MA = 28,086
D = 2,33 g.cm-3.
PF = 1410° C
PE = 2355° C.

O silício é o segundo elemento mais abundante na crosta terrestre (25,7% em peso), ocorrendo em várias formas de óxido de silício, como quartzo, e nos silicatos minerais.

O elemento é extraído por redução do óxido com carbono em forno eléctrico e é usado extensivamente pelas suas propriedades de semicondutor.

Tem uma estrutura cristalina parecida à do diamante, foi identificado por Lavoisier em 1787 e isolado em 1823 por Berzelius.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Taxa ecológica

Dizem as notícias que o estado pretende cobrar, à laia de taxa ecológica, cinco cêntimos por cada saco de plástico que a populaça adquire quando vai às compras.

O tanas! Vou passar a desviar um daqueles carrinhos das compras, atrelá-lo, nem que seja com um pedaço de corda, ao carro, levar as compras para casa e devolver o dito cujo terminada a operação.

Ao menos, a caução de 50 cêntimos ou um euro, é recuperável após a utilização do carrinho.

Razões ecológicas?

Ecologicamente falando, vão lá roubar para o raio que os parta!

Mugabe contra todos - II

Continuam a aparecer vozes que defendem a não participação de Robert Mugabe na Cimeira União Europeia / África que se avizinha.

Desta feita, a opinião foi emitida pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros de Espanha que diz ainda ter esperança que Mugabe não apareça em Lisboa.

É interessante verificar que, nas declarações à imprensa, o Sr. Moratinos usa a expressão “Todos preferimos que não participe”, o que significa que os países da UE estão unidos no que se refere ao assunto presença Mugabe na cimeira e suas possíveis consequências nefastas.

Todos, sim, mas há sempre quem queira ser diferente, seja pela positiva ou pela negativa, ou por ser mais ou menos esperto que os outros, ou por não conseguir ver o que é mais evidente, ainda que essa evidência lhe esteja a fazer cócegas na ponta do nariz e que hajam diversas outras vozes a reafirmá-la.

Refiro-me, obviamente, ao Sr. Sócrates, para quem a cimeira já é um sucesso, pelas presenças confirmadas, mesmo tendo em conta que alguns países não se verão representados ao mais alto nível, devido, digo eu, à questão Mugabe, ao contrário do que o primeiro-ministro afirmou, numa tentativa de nos fazer rir, querendo que a populaça acredite que alguns dos seus amigos não vêm porque é complicado viajar até Lisboa duas vezes, num curto espaço de tempo, e aproxima-se a assinatura dum tratado, a 13 de Dezembro.

Balelas!

Adeus e até ao meu regresso


Jorge Jardim Gonçalves disse adeus ao banco que fundou.

Feliz contemplado - II

Como prometido, o Sempre a Produzir volta ao tema “venham de lá uma porrada de telemóveis absolutamente grátis” para indagar junto do ilustre JT se, após as tais duas semanas, já recebeu algum pedacinho de antena do seu novíssimo Ericsson R320.

Para quem está fora do assunto ou para aqueles mais esquecidos, o JT é um amigo que mandou uma pipa de mails a uma pipa de amigos na ridícula esperança de receber um telemóvel tecnologicamente avançado e da última geração.

Meu caro JT: a caixa dos comentários deste humilde espaço está aberta para Vossa Excelência…

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Já te começas a calar

Após oito anos sempre a “ganhar” todos os escrutínios realizados, o Sr. Chávez saiu derrotado no referendo de Domingo.

Interna e externamente, a vitória da oposição dá muito que dizer aos analistas políticos, que já falam num “sismo político”, e que vão dissertando sobre a matéria, em discursos mais ao menos longos que os monólogos do próprio Chávez.

Na perspectiva dum leigo na matéria, a coisa resume-se ao ponto fulcral que é a loucura do Sr. Chávez e que, afinal, se provou ser menos contagiosa do que muita gente pensava.

A populaça venezuelana reflectiu, antes de seguir cegamente o seu líder, e decidiu que a coisa estava a ir longe demais, já que dar a um lunático a oportunidade de se manter “ad eterno” na presidência, juntamente com a possibilidade de fazer o que bem lhe desse na telha, começava a sair do âmbito do que possa ser considerado um risco calculado.

Parece “cliché” dum anúncio, mas a populaça venezuelana não é parva e há limites para aguentar determinado tipo de propostas idiotas e imbecis.

Resta, agora, esperar algum tempo para que se possa perceber a verdadeira dimensão deste não à política do Sr. Chávez, sem que a populaça se esqueça que a margem de vitória foi extremamente escassa e que a abstenção foi, também, elevada.

O homem já disse que, por agora, não ganhou, dando mostras de que não vai desistir só porque meia dúzia de venezuelanos decidiram não ter medo e lhe fizeram frente.

Pode é ser que lá no meio da tal meia dúzia apareça alguém que o mande calar e que corra com ele do poder.

As fraldas da cria

Ontem, terminado o jogo entre o Sporting e a União de Leiria, choveram telefonemas para o meu telemóvel.

Era a populaça amiga a perguntar se a pequena cria podia dispensar uma das suas fraldas de pano para acenar ao Paulo Bento…

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Será a sério?

Estou de acordo com Carmona Rodrigues quando este afirma que, ao pôr a hipótese de se demitir caso o PSD inviabilize o empréstimo que a CML quer contrair, António Costa parece andar a brincar às câmaras.

Independentemente de se tratar dum braço de ferro entre sociais-democratas e socialistas ou de se estar, ou não, de acordo com uma das facções, convém não esquecer que uma grande parte das dívidas que o actual presidente da câmara pretende liquidar vem de trás, do tempo do PSD à frente dos desígnios camarários.

Não se aflijam, por isso, os lisboetas, já que ao PSD convém que este empréstimo vá mesmo para a frente, de modo a ficarem com as suas antigas dívidas saldadas sem trabalho nenhum.

Agradecimentos

Ao Mundus Cultus e ao Busturenga, pela inclusão do Sempre a Produzir nas respectivas listas de links.

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Quatro anos

Para ti, minha querida mulher, muitos daqueles beijos deliciosos de parabéns pelos quatro anos de casamento e felicidade.

Somos todos amigos

O encontro de negócios, que antecedeu a décima cimeira entre a UE e a China, acabou, por parte dos europeus, com promessas de amizade e grandes elogios ao progresso chinês, ao mesmo tempo que denunciaram os bloqueios impostos pelos chineses à importação de produtos e serviços do velho continente.

Face a tantos elogios por parte de Barroso, Sócrates, Pinho e parceiros (limitada), a resposta do primeiro-ministro chinês, aqui traduzida para português por todos compreensível, foi simples…

Temos é que pensar em nós e nas nossas empresas. Por isso, deixem a nossa moeda em paz e sossego e parem com essas ideias idiotas de querer valorizar a nossa moeda face ao vosso euro.

Bloqueio aos vossos produtos? “Calamba”… Nada disso, porque, afinal de contas, somos todos amigos!

Não venham com “tletas” porque, caso contrário, duplicaremos a exportação de chinocas excedentários para os vossos países, especialmente lá para o pequeno “Poltugal” do “Senhol Sóclates”
.”

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Mugabe contra todos

Se o Roberto aparecer, eu não vou!”, disse o primeiro-ministro britânico.

Acho melhor que o que o Roberto não apareça por cá.”, disse o ministro dos negócios estrangeiros cá do burgo.

Não me vou sentar à mesma mesa que esse gajo.”, terão dito ou pensado muitos outros líderes europeus.

Politica e correctamente falando, o homem está-se a cagar.

Além disso, deve-lhe estar a dar um gozo do pénis este finca pé contra políticos tidos como mais importantes e mais influentes e o mau estar que vai, com certeza, causar com a sua presença na cimeira de Lisboa.

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Parabéns


Bem sei que não se diz, mas acho que é uma linda idade e sei que não te importas.

Para ti, minha mãe, pelos teus 67 anos, muitos beijinhos de parabéns, acompanhados dos meus votos de muitos mais e que venham cheios de saúde e alegria, na companhia daqueles que te são mais queridos.

Comemorações

Além do aniversário da minha progenitora, o dia 23 de Novembro de 2007 comemora os quatro anos e meio desde que comecei a namorar a minha querida mulher e um mês desde que deixei de fumar.

Coisas mundanas

Começa a ser comum, e, como tal, passa a ser uma verdadeira banalidade, esta coisa das “celebridades” serem fotografadas, ou deixarem-se fotografar, sem cuecas.


Depois de tanto ter criticado as amigas Paris Hilton e Britney Spears, a conhecida Christina Aguilera foi para a “disco night” sem cuecas e proporcionou aos fotógrafos este documento intemporal, um excelente testemunho para mostrar à cria que carrega na barriga…

Feitiço contra o feiticeiro

Lá para os lados de Sacavém, um desentendimento entre três colegas adolescentes deu para o torto (ou não, dependendo do ponto de vista) quando, de repente, apareceu, lá no meio, uma arma de fogo, vulgo, uma pistola.

Segundo parece, dois dos adolescentes tentaram agredir o terceiro colega e um deles sacou duma pistola para dar, diz um jornal cá do burgo, citando fonte policial, uma coronhada no desgraçado.

Faço aqui um parêntesis para frisar que a tal fonte policial ou é da família do agressor ou é completamente anormal, ao afirmar que o rapaz puxou da arma para dar uma coronhada.

Então já não existem punhos ou soqueiras ou a ponta da chave a sair pelo meio dos dedos? É preciso uma arma para dar uma coronhada? Pelo amor da Santinha, senhor fonte policial, tenha mas é juízo.

Fechado o parêntesis, no meio da confusão, e porque o agredido até deve ter feito por se defender, a arma caiu no chão, o agredido foi mais rápido que os outros dois otários e a situação inverteu-se, passando o agredido, na posse da dita arma, a agressor.

Ora, numa demonstração de que até é mais esperto dos que os outros dois parvalhões, decidiu ensinar-lhes que uma arma de fogo não serve para dar coronhadas e enfiou um balázio em cada um deles.

Pela minha parte, só não entendo é porque é que o autor dos disparos se pôs em fuga depois de cometido o acto, já que, a avaliar pela maneira como a história é contada, a coisa resume-se a uma situação de auto defesa.

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Julgamento precoce

Para quem, eventualmente, pensava que se podia safar do chamado “Bordão da Justiça”, eis que surge uma notícia deveras interessante.

Uma equipa de investigadores norte-americanos revelou que o cidadão consegue julgar o carácter dos outros desde os seis meses de idade e prefere quem age correctamente.

Ou seja, as pequenas criaturas começam, desde cedo, a diferenciar o resto da populaça entre seres atractivos ou repulsivos, vulgo, gajos porreiros ou filhos da puta.

Fico muito contente.

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Big problem

A populaça inglesa foi surpreendida com a notícia que dá conta do desaparecimento de dois discos informáticos que contêm, nada mais, nada menos, que os dados relativos a cerca de 7 milhões de famílias que requereram apoios sociais e benefícios para as suas crias.

Pensemos numa situação semelhante cá no burgo e nos diversos perigos adjacentes, nomeadamente o perigo de fraude fiscal, e facilmente chegamos à conclusão de que o maior problema para a populaça nacional seria o ver-se privada daqueles míseros vinte e poucos euros que recebemos mensalmente da Segurança Social, também conhecidos por Abono de Família.

O futuro da Esmeralda

Mesmo com os relatórios apresentados pelos especialistas na matéria de psiquiatria infantil, que apontam para os efeitos nefastos que podem advir da entrega da pequena Esmeralda ao pai biológico, logo depois do Natal, esta decisão das instâncias judiciais deverá ser para cumprir.

Já se sabe que as visitas do papá biológico têm provocado perturbações na pequena criatura e que os psiquiatras são peremptórios em afirmar que um afastamento definitivo dos pais adoptivos só será prejudicial para a criança, considerando a situação como devastadora e catastrófica.

Pergunto-me como será o futuro da criança, especialmente no que toca ao relacionamento com os adultos, ao desenvolvimento da sua personalidade e à maneira de lidar com as coisas boas e as coisas más da vida.

Estaremos perante um caso de alguém que criará defesas e saberá dar a volta por cima ou, o que será mais natural face às considerações da equipa de pedopsiquiatria que a acompanha, perante alguém que crescerá acossada pelo seu passado, na dúvida e na rebeldia, resultando em mais um caso de adolescência perdida que envereda por caminhos de droga, prostituição ou criminalidade?

Nota – Também publicado no Traquina e Irrequieta

Feliz contemplado

Recebi um E-Mail, tipo corrente, que anuncia que a Ericsson está a distribuir, gratuitamente, certo tipo de equipamento, de modo a fazer frente à concorrência que, aparentemente, tem estado a fazer o mesmo.

É uma verdadeira loucura, o fim do mundo em cuecas, como diria um amigo meu, ou uma verdadeira comédia, nas sábias palavras doutro amigo, a quantidade de telemóveis e “Lap Tops” que estão a inundar o mercado de uma forma totalmente gratuita.

Ora, para algumas alminhas, mais vale prevenir que remediar, e, no caso do meu estimado amigo JT, a ilustre criatura deu-se ao trabalho de enviar a mensagem para 20 compinchas na tentativa de deitar a mão a um Ericsson R320.

Ericsson R320

Sim, porque o rapaz gosta destas coisas da tecnologia e nunca se iria contentar com o mísero Ericsson T18 que lhe seria atribuído se enviasse a dita mensagem somente para oito amigos.

Enfim, meu caro JT, dentro de duas semanas cá estarei para confirmar quem fez a figura de otário: se o meu ilustre amigo, ao reenviar a tal da lenga-lenga, ou se a minha personalidade, ao não ligar a esta coisa das correntes e não enviar a mensagem para o maior número de pessoas possível.

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Reportagem

Sortudo

A propósito de polícia, carros e acidentes, reparem na sorte que teve o chui que está dentro do carro de onde é feita esta filmagem… Se é que está lá dentro.

Números anormais

Ontem, a Brigada de Trânsito da Guarda Nacional Republicana registou mais de 580 acidentes nas estradas cá do burgo, cerca do dobro da média diária.

Um número verdadeiramente anormal que só pode ter a ver com o mau tempo que se fez sentir e o pouco à vontade do condutor português em conduzir debaixo de tanta chuva.

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Pergunta

“Porque é que as dívidas dos contribuintes estão na net e as do estado não?”

A pergunta foi feita pelo líder do CDS-PP, Paulo Portas, e deu origem a uma petição, colocada hoje na Internet, que conta já com o apoio da esquerda cá do burgo.

1.000

Post número 1.000

Mau tempo

Finalmente, a chuva chegou.

Um bocado tarde, é certo, e sem previsões fiáveis sobre se veio, ou não, para ficar durante uns meses, como era habitual há uns anos atrás.

O que não era nada habitual, há uns anos atrás, era esta coisa de colocar o país em alerta amarelo, azul, vermelho ou às riscas, como se dum cenário de guerra se tratasse, só porque o país acordou com o céu coberto de nuvens e uma ventosga um bocado mais forte do que a brisa que é normal.

Afinal de contas, há uns anos a esta parte, também havia grandes trovoadas, grandes ventanias, grandes chuvadas, cheias, nevões e outras situações parecidas.

Parece-me que estão a fazer uma grande tempestade num copo de água e trata-se dum exagero das autoridades que, muitas vezes, só serve para assustar a populaça mais susceptível.

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Será birrinha ministerial?

Correia de Campos, o Ministro da Saúde, vai avançar com um processo contra a Ordem dos Médicos face à recusa desta entidade em alterar o seu código deontológico no que respeita ao aborto.

Pergunto-me com que direito é que um ministro quer mudar as convicções dos médicos e os princípios que juraram defender quando acabaram o curso de medicina.

É mais uma daquelas que encaixam na política do quero, posso e mando do executivo do Sr. Sócrates.

Aterragem de emergência?

Parece que o presidente da Venezuela, o Sr. Chávez, vai parar em Lisboa logo mais à tarde para uma escala técnica.

Fontes próximas do Sempre a Produzir já admitiram que a aterragem do avião onde viaja o Sr. Chávez pode vir a ser dificultada pelo controlador aéreo de serviço que, face ao pedido de autorização de aterragem, vai responder ao piloto com a pergunta “Porque no te callas?”

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

ALUMÍNIO

Trata-se dum elemento metálico, prateado claro, brilhante, pertencente ao Grupo III da Tabela Periódica com Z = 13.

Configuração electrónica: [Ne] 3s2 3p1.
MA = 26,98.
D = 2,702 g.cm-3.
PF = 660° C.
PE = 2467° C.


É o elemento metálico mais abundante na crusta terrestre (8,13 %) e, logo a seguir ao oxigénio e silício, o terceiro elemento mais abundante.

Devido à elevada afinidade para o oxigénio, não é costume encontrá-lo como substância elementar mas, sim, em formas combinadas, tais como óxidos ou silicatos.

Reminiscências ministeriais

Enquanto a Câmara Municipal de Sintra reduz em 10% o IMI e Fernando Seara ganha pontos ao “desonerar os munícipes duma carga fiscal que é significativa”, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, que ainda não está curado das (más) influências e dos hábitos adquiridos enquanto ministro do executivo do Sr. Sócrates, decide elevar para o valor máximo a taxa do mesmo IMI na capital cá do burgo.

Ou seja, continua com a política típica do executivo socialista de aumentar os impostos para arrecadar uns milhões extra.

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Chhiiiuuu

Ontem, no telejornal da SIC, falava-se, mais uma vez, das discrepâncias entre as duas economias da Península Ibérica, em prejuízo, naturalmente, da economia cá do burgo.

Falava-se daquelas famílias portuguesas que, por viverem relativamente perto da fronteira, aproveitam para fazerem as suas compras no mercado espanhol, em detrimento, naturalmente, do mercado cá do burgo

Falava-se dos preços dos bens essenciais, mais baixos, do valor do IVA, mais baixo, dos preços dos combustíveis, mais baixos, que levam, inclusive, empresas portugas a abastecerem as suas frotas com combustível do outro lado da fronteira.

Falava-se, no fundo, de uns largos milhares ou milhões de euros que o estado português está a deixar escapulir, fruto da política económica cá do burgo.

Tendo em conta as tangas económicas e sociais com que o Sr. Sócrates e os seus compinchas nos têm brindado, talvez seja altura de olharmos para o outro lado da fronteira, percebermos as grandes diferenças existentes e, da próxima vez que nos vierem atirar com areia para os olhos, fazer como SAR o Rei D. Juan Carlos fez com o Sr. Chávez e dizer ao Sr. Sócrates que já é altura de se calar.

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Parabéns


Parabéns por quem és, uma pessoa maravilhosa, bondosa, bem disposta, verdadeira e honesta.

Parabéns por quem és, a melhor mulher, a melhor mãe, a melhor “cara-metade” que alguém pode desejar.

Parabéns a ti, minha mulher, pelos teus trinta e dois anos.

Com muito carinho, reformulo os meus votos de que contes muitos mais, sempre com muita saúde e sempre na companhia daqueles que verdadeiramente te amam e te querem bem.

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Obras à portuga

Quatro meses depois de ter sido inaugurado, o terminal 2 do aeroporto da Portela já está a precisar de obras.

Melhoramentos ou ajustamentos, como lhes queiram chamar, o caso é que o projecto inicial esqueceu a comodidade e o bem-estar quer dos passageiros quer dos funcionários que ali têm que trabalhar diariamente.

O que não se percebe, e é absolutamente inadmissível, é como é que um projecto desta envergadura esquece algo tão simples como telheiros, para que a populaça se possa abrigar da chuva, e os responsáveis ainda nos vêm mandar com areia para os olhos ao afirmar que só depois de ver a coisa em funcionamento é que se pode constatar se existe necessidade de melhoramentos.

Ridículo, no mínimo.

As cobranças da FAP

A Força Aérea queria cobrar uma pipa de euros por socorrer um pescador em alto mar.

Afinal de contas a Força Aérea é uma entidade publica ao serviço do cidadão, e para quem já são canalizados muitos euros dos nossos impostos, ou uma empresa privada que cobra os serviços prestados?

Os pescadores queixam-se, tal e qual como qualquer cidadão faria e com toda a razão, que em terra o transporte de doentes é assegurado pelo INEM e pago pelo SNS.

Ora, se o helicóptero do INEM não está autorizado a voar a mais de não sei quantas milhas da costa, então o mesmo INEM tem que solicitar “ajuda” à FAP e não se entende porque é que pénis esta entidade vai cobrar o serviço.

13.000 euros por um voo de 4 horas?

Será que servem a bordo canapés de caviar colorido em tostas bordadas a fios de ouro ou proporcionam aos passageiros uma bebedeira à base de Dom Pérignon servido em copos de cristal incrustados de diamantes raros?

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Cretinices legislativas

A cadeia de televisão UKTV publicou o ranking das leis mais absurdas em Inglaterra e por esse mundo fora, e há algumas bem interessantes.

Fiquem, então, os prezados leitores sabendo que:

- Em Inglaterra, é proibido ocupar um lugar no parlamento caso envergue uma armadura.

- Em Inglaterra, é proibido morrer num lugar do parlamento, senão vai parar à cadeia.

- Se estiver grávida, alegre-se, cara leitora, porque em caso de emergência pode sempre interpelar um polícia e mijar-lhe o capacete.

- Na Escócia, as ocasiões de aflição não se põem aos transeuntes porque existe uma lei que obriga todos os escoceses a abrir a porta de casa a qualquer cidadão que precise, urgentemente, de ir ao WC.

- Se o prezado leitor quiser matar um escocês, há uma lei que lho permite, desde que o faça nos muros da antiga cidade de York e que use um arco e flechas.

- No estado norte-americano de Ohio, existe uma lei que proíbe embebedar peixes.

- Se o prezado leitor estiver de visita ao estado de Alabama, nos “states”, fique sabendo que existe uma lei que o proíbe de guiar com os olhos vendados.

- Se quem está a ler estas linhas for uma mulher solteira, fique sabendo que, caso seja uma aventureira e esteja de visita ao estado da Florida, está proibida de saltar de pára-quedas aos Domingos, sob pena de ir parar atrás das grades.

Ainda que existam leis cá do burgo que possamos considerar ridículas ou estúpidas, desconheço se, lá no meio do ranking, aparece alguma lei portuguesa.

No entanto, duvido, porque até nestas questões de estupidez para dar vontade de rir estamos uns furos abaixo da média europeia, ainda que não se possa dizer o mesmo em relação a leis estúpidas mas que são para serem levadas a sério e que dão mais vontade de chorar do que rir.

Experiência

A CP vai fazer a experiência em diversas feiras cá do burgo e, se a coisa resultar, o trajecto do TGV poderá vir a ser alterado.

Aumento salarial

A merdice de aumento de 2,1% dá qualquer coisa como 26 euros de aumento no que o governo do Sr. Sócrates considera ser o ordenado médio cá do burgo (1.250 euros).

Tendo em conta o meu parco ordenado, o aumento deve dar para comprar uma lata e três quartos de leite para a cria.

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Sinais do tempo em que vivemos

Até há bem pouco tempo, a populaça estava mais do que habituada a ver os típicos varredores das vias públicas, mais conhecidos por “almeidas”, como homens de uma certa idade, já com uma barriguinha invejável, com um aspecto algo deslavado, ou sujo, se preferirem, e de feições sempre bem coloridas devido aos copos de três com que, frequentemente, começavam o dia.

O mercado de trabalho, ou a falta dele, tem-nos levado a uma outra realidade e, actualmente, a populaça já começa a achar normal ver gajos com ar de universitários de vassoura de pau na mão e a arrastar o carrinho do lixo ou, inclusive, elementos do sexo feminino a desempenharem este tipo de funções que, até agora, eram vistas como quase exclusivas da populaça masculina.

Isso era antes, caríssimos leitores. Agora, os “almeidas” passaram a andar de cabelo bem penteado e cuidado, pó de arroz e aquelas cores nas bochechas e nos olhos, pestanas com “rímel”, auriculares enfiados nos ouvidos para entreter a mente com as músicas do leitor de mp3 e telemóvel numa mão, enquanto a outra vai empurrando o tal carrinho.

São, sem dúvida, sinais dos tempos que correm.

Os agradecimentos do Sr. Sócrates

Por estes dias, o primeiro-ministro fartou-se de dar vivas à populaça pelo empenho demonstrado na árdua tarefa de “levar o país para a frente”, especialmente, aqueles que têm aproveitado o tal programa das segundas oportunidades e aqueles que, empenhados com vivas intenções de ajudar o burgo a atingir as metas propostas, têm dois e três empregos ao mesmo tempo.

Os agradecimentos do Sr. Sócrates não deverão cair em saco roto, já que devem haver, algures por aí, meia dúzia de alminhas caridosas que se aplicam à realidade apresentada pelo primeiro-ministro.

No entanto, o Sr. Sócrates que não se ponha com ideias esquisitas nem tenha ilusões, já que a grande maioria daqueles que ele diz estarem a trabalhar arduamente para o bem do burgo estão, isso sim, a trabalhar a mais porque se vêem obrigados a tal para poderem sobreviver com um mínimo de conforto, coisa que dificilmente é possível para quem tem um só emprego.

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

MAGNÉSIO

Elemento metálico pertencente ao Grupo II (metais alcalino terrosos) da Tabela Periódica com Z = 12.

Configuração electrónica: [Ne] 3s2
MA = 24,312
D = 1,74 g.cm-3
PF = 651° C
PE = 1107° C.

Está presente em vários minerais e é um elemento essencial aos organismos vivos.

O elemento é usado em várias ligas metálicas leves, por exemplo, para construção de aviões.

No ar forma uma camada protectora de óxido e ao queimar por ignição forma uma chama intensa e branca.

Também reage com halogéneos, enxofre e nitrogénio e foi isolado pela primeira vez em 1828 por Bussy.

Indecisões

Ainda ontem apareceu, na televisão, um secretário de estado qualquer a dizer que estava tudo bem com a tal da ponte velha de Portimão, facto confirmado pelo Presidente da Câmara, Manuel da Luz, de acordo com os técnicos da empresa Estradas de Portugal.

Até mesmo para um leigo na matéria ou, se quiserem, um verdadeiro burro na matéria, as imagens passadas na televisão são elucidativas, já que um dos pilares parece ter um desvio que vai daqui até Pegões.

Uns dizem que é necessário, outros que não e outros há que dizem que nem pouco nem mais ou menos.

Hoje, as opiniões mudaram, e os “estudos” também, de uma forma de tal maneira rápida que a populaça até fica admirada e a ponte vai encerrar já na próxima sexta-feira.

Decidam-se, que porra!

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Agradecimentos

Os meus agradecimentos ao 00:04 e ao Registo Provisório pelos links feitos ao Sempre a Produzir.

A propósito de estradas




Descobrir um dos ingredientes da pólvora

Francisco Anacleto Louça identificou a grande marosca do Orçamento de Estado para o próximo ano.

Tudo porque a empresa Estradas de Portugal, que move projectos com valores na casa dos 10% do PIB, tem a faca e o queijo na mão no que toca a fazer ajustes directos aos orçamentos, abusar nas expropriações e conceder privilégios, o que, segundo Louça, é extremamente grave já que todas estas coisas são reconhecidas em tribunal.

Será que a marosca só se aplica ao OE de 2008 ou será que é daquelas malandrices que já vêm detrás e já com barba branca?

Caixa Geral de Aposentações

Ainda que o executivo do Sr. Sócrates já tenha vindo relembrar a populaça de que as novas regras para o funcionamento das Juntas Médicas já foram aprovadas mas que estão pendentes da sua promulgação e publicação no Diário da República, a coisa vai de mal a pior.

Desta feita, a Caixa Geral de Aposentações decidiu fecundar a vida, já por si fecundada, vida a uma funcionária pública de ponte de Lima, a braços com uma lombalgia e uma cervicalgia degenerativas que a obrigam a trabalhar, por exemplo, com um colar cervical (que usa 24 horas por dia) e acompanhada pelo pai, já que não consegue fazer nada sozinha.

No entanto, a senhora pode ficar “descansada” porque a situação está a ser avaliada pela gentalha competente do Ministério da Finanças, precisamente aquele que mais competente tem sido a lixar a vida à populaça cá do burgo.

De volta

Pois, efectivamente, de volta e para vos dizer que esta coisa de ter a minha vida condicionada por uma daquelas gripes “à antiga portuguesa” trouxe, pelo menos, uma coisa boa e não fumo desde o dia 23 de Outubro.

Ou seja, o Sempre a Produzir passou a ser um blog não fumador, o que não implica que seja um blog exclusivo para não fumadores e que os que fumam fiquem impedidos de visitar este espaço, ao contrário do que já me foi
aconselhado por um blogger, bem conhecido cá da praça, que diz que o melhor é mesmo tornar-nos extremamente violentos em relação ao fumo e a quem o produz.

Nada disso, o blog continua aberto a todos e não vão encontrar ninguém com uma matraca em punho disposto a abrir o crânio a quem vier para aqui poluir o ambiente.

Aos potencialmente interessados em seguir este caminho, devo dizer que a coisa nem é muito difícil se souberem aproveitar o tempo de cama que a gripalhada vos possa proporcionar.

Depois é só ter força de vontade e resistir às tentações, nomeadamente a de cravar um cigarrinho depois das refeições ou a de aceitar as generosas ofertas de alguns colegas mais sacaninhas, ansiosos por nos picar sabendo que estamos a passar por uma verdadeira provação.

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

PES 2008


O Pro Evolution Soccer 2008 tem feito notícia em tudo quanto é meio de comunicação cá no burgo.

Pelo que pude ver, numa das extensas reportagens que têm passado na televisão, o nível de realismo aplicado ao jogo é, efectivamente, muito elevado.

Os estádios são cópias perfeitas dos estádios verdadeiros, a fisionomia dos jogadores aproxima-se, em muitos casos, às caratonhas originais e os diversos estilos de jogo, quer sejam dos jogadores ou das próprias equipas, são fielmente aplicados no PES 2008.

Parece que o Sporting já encomendou uma série de PES 2008, uma vez que Paulo Bento, no meio de muitos “aaanh”, conseguiu convencer a administração que a melhor maneira de atravessar a crise e preparar o próximo jogo é pôr os jogadores a estudar os movimentos e o posicionamento em campo apresentados pelo Cristiano Ronaldo no jogo computorizado.

Uma vez que o Fátima ainda não consta do leque de equipas que fazem parte do PES (quem sabe num futuro próximo…) esta não me parece ser a melhor táctica…

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

(In)justiças

A puta que maltratava a filha de dois anos e que a matou, ao enfiar-lhe um pontapé, algures no frágil corpo, só porque a pobre da cria entornou o leite na roupa, apanhou com uma merda de sete anos de cadeia.

Se as coisas lhe correrem bem, daqui a dois anos e meio, mais coisa menos coisa, já está cá fora, em plena liberdade.

O cabrão que abusou sexualmente duma criança levou com uma sentença de quatro anos… com pena suspensa.

Nem vale a pena comentar ou alvitrar seja lá o que for.

Situações como estas merecem que apareçam meia dúzia de malucos conscientes e façam justiça pelas próprias mãos!

Sou Tio


Dia 24, às sete e meia da tarde, nasceu a Isabel, com dois quilos e oitocentas e 47 centímetros de comprimento.

Para ti, querida sobrinha, desejo tudo o que há de melhor nesta caminhada que agora inicias, com muita saúde, felicidade e amor.

Paragem

O Sempre a Produzir tem estado parado devido a um maldito dum vírus que me atacou, forte e feio, e que me obrigou a ficar de cama durante uns dias.

Pouco a pouco, as coisas voltarão ao normal.

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

(In)eficácia policial

Seja onde for e seja qual for a razão, é inadmissível que a Polícia de Segurança Pública demore cerca de uma hora e vinte para responder ao apelo duma cidadã que, diga-se de passagem, após tanto tempo de espera e de ver o seu problema “resolvido” doutra maneira, ainda teve a simpatia de voltar a ligar para a esquadra e cancelar o pedido de ajuda.

Falta de pessoal? Falta de viaturas? Pouca vontade de sair do quentinho da esquadra?

Neste caso, a coisa nem era nada de especial, já que a senhora tinha um carro a bloquear-lhe a entrada da garagem, estava farta de apitar, chateada por estar a importunar a vizinhança com tanta buzinadela e apetecia-lhe ir tomar um banho quente, depois duma tarde em viagem, vinda não sei de onde.

Mas há, com certeza, outras situações bem mais urgentes e com carácter de emergência, como uma grávida prestes a parir, uma cena de pancadaria, um acidente de viação ou um assalto, e, nestes casos, mais do que 5 minutos para a pronta resposta das forças policiais pode significar um desfecho nefasto ou um final feliz.

Fórmula Um

GRANDE PRÉMIO DO BRASIL

21 de Outubro de 2007


Grande Prêmio do Brasil 2007

Circuito de São Paulo - 4 quilómetros e 309 metros

Resultados

1º - Kimi Räikkönen
2º - Felipe Massa
3º - Fernando Alonso

Classificação Final do Campeonato de Pilotos - 2007

1º - Kimi Räikkönen - 110 pontos
2º - Lewis Hamilton - 109 pontos
3º - Fernando Alonso - 109 pontos

Classificação Final do Campeonato de Construtores - 2007

1º - Ferrari- 204 pontos
2º - BMW - 101 pontos
3º - Renault - 51 pontos


Eis senão quando, como quem não quer a coisa, a Ferrari ganha tudo o que havia para ganhar.

Com o título de construtores já decidido, fruto da desclassificação da McLaren, a última prova da temporada tinha como aliciante o facto de três pilotos poderem chegar ao título.

Estou entre aqueles que consideram que Räikkönen, ainda que tenha mostrado uma grande regularidade durante o campeonato, não merecia o título, mas a verdade é que ganhou o mais inteligente, aquele que soube manter a calma e que beneficiou duma estratégia de equipa mais eficiente.

A temporada de 2007 teve, no entanto, um nome, Lewis Hamilton, que mostrou o que tinha para mostrar, na sua qualidade de estreante, e, não fosse a falta de sangue frio, até poderia ter feito mais história do que fez.

Mais informações aqui.

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

SÓDIO

Elemento metálico, prateado, mole e reactivo, pertencente ao Grupo I (metais alcalinos) da Tabela Periódica com Z = 11.


Configuração electrónica = [Ne] 3s1.
MA = 22,9898.
D = 0,97 g.cm-3.
PF = 97,5° C.
PE = 882,9° C.



O sódio ocorre como cloreto na água do mar e no sal-gema.

É extraído por electrólise numa cela de Downs e usado como agente redutor em certas reacções.

O sódio líquido é usado na refrigeração de reactores nucleares.

É um dos mais importantes elementos essenciais constituintes dos seres vivos e foi isolado por Humphry Davy em 1807.

Mais diferenças

O parlamento dos nossos vizinhos espanhóis aprovou um projecto-lei que visa a atribuição, do que fica conhecido como “cheque bebé”, de 2.500 euros por cada cria que nasça ou seja adoptada, com efeitos retroactivos desde um de Julho.

E ainda há quem se queixe da medida…

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Triste realidade nacional

Nos últimos dias, têm sido vários os órgãos de comunicação social que não têm deixado passar despercebida a triste realidade das classes baixa e média cá do burgo.

O aumento do desemprego e a forma, leviana e estupidamente fácil, de aquisição de linhas de crédito para os mais diversos fins, têm contribuído para as estatísticas que revelam que dois milhões de cidadãos vivem na pobreza.

Ou seja, 20% da populaça nacional, contra os 16% da média europeia, o que coloca o burgo, mais uma vez, no “top ten” dos estados membros mais pobretanas.

Diz a definição técnica que é considerado pobre quem tem rendimentos inferiores a 60% do vencimento médio auferido por metade da populaça, o que, no caso cá do burgo, deverá corresponder a cerca de 360 euros.

Essa faixa da populaça são aqueles que poderemos considerar como verdadeiramente pobres e é difícil, muito difícil, imaginar ou tentar perceber como é que se consegue viver com tão reduzida quantidade de euros.

No entanto, e voltando atrás, a própria da chamada classe média começa a ter sérios problemas para aguentar a vida do dia a dia e para honrar responsabilidades financeiras, assumidas num passado recente com a esperança de que a situação económica do país viesse a melhorar, fruto de perda de emprego ou de actividades profissionais mal remuneradas face ao aumento constante do custo de vida que levam a que 14% da populaça que trabalha esteja em risco de pobreza.

Diz quem lida, no terreno, com estas situações que o número de pedidos de ajuda, por parte de populaça que, vencendo o pudor, aceita que não tem outro remédio senão recorrer à ajuda de determinadas instituições de beneficência, tem vindo a crescer.

Diz quem lida, no terreno, com esta realidade que o fosso entre os 20% de cidadãos que detêm 80% da riqueza nacional e a restante populaça, aliado a uma desigualdade social resultante de ganhos, por parte do grupo com mais rendimentos, sete vezes superiores em relação aos menos afortunados, levam a que a chamada classe média tenda a desaparecer.

Há, no entanto, quem ache, na minha modesta opinião com uma exagerada dose de lirismo, que o burgo se pode aproximar do desenvolvimento dos quinze países mais ricos da Europa já em 2013, ou seja, daqui a uns parcos cinco anos e uns meses.

Diz o lírico que o próximo quadro comunitário de apoio, que poderá bem ser o último de que o burgo irá beneficiar, é uma excelente oportunidade não apenas para gastar dinheiro mas, também, para mobilizar a sociedade civil e os agentes económicos.

A sociedade civil agradece as palavras de ânimo e apoio, certamente proferidas perante uma plateia composta por cidadãos pertencentes aos tais 20% que detêm os tais 80% da riqueza nacional, mas prefere mais uns euros no bolso, de modo a chegar ao fim do mês sem ter a triste sensação de estar com a corda enrolada à volta da garganta, e uma curta explicação sobre como gastar dinheiro que não tem.

Fiscal dos Caminhos de Ferro cá do burgo

Em tempos, falei, aqui, sobre um revisor, dos comboios da Linha de Sintra, cujo brio e zelo profissional era digno de salientar, ainda que a aparência e apresentação deixassem algo a desejar.

Hoje, apanhámos o mesmo revisor, o que me impeliu a voltar ao tema, já que a criatura vai de mal a pior e já nem o referido profissionalismo merece escapar a uma crítica mais ríspida.

Primeiro, o cabelo está francamente mais comprido e o tal penteado à Luís Represas deu lugar a uma gadelha desarranjada.

Segundo, a CP não lhe deve ter dado um cinto para apertar as calças, de modo a que não fique desfraldado.

Terceiro, persiste em mostrar parte da t-shirt branca a sair pela manga da camisa de manga curta da farda.

Por último, não deve saber o que é graxa preta para dar uma limpeza nos, ainda que possam ser mais confortáveis, foleiros ténis pretos que usa em detrimento dos sapatos, tidos como acessório corrente no conjunto duma farda como a que enverga.

Além disso, o tal brio profissional foi, literalmente, por água abaixo, já que, hoje, o homem andava dum lado para o outro, feito barata tonta, a ver os títulos de transporte da populaça enquanto falava sozinho, como se estivesse a atravessar uma daquelas fases de “delirium tremens”.

Volto a dizer que, estando a CP numa de melhorar o serviço prestado aos utentes e a sua própria imagem institucional, este sujeito devia ser repreendido e obrigado a cuidar da sua inadmissível imagem enquanto revisor.

Paternidade animal vs paternidade “humana”


Nota - Também publicado no Traquina e Irrequieta

terça-feira, 16 de outubro de 2007

A propósito de…

… rolar na pista, descolagens falhadas e afins.

Podia ter sido pior

Ontem, no aeroporto mais movimentado da Europa, Heathrow, o congestionamento de aeronaves era de tal ordem que, no meio das manobras para a descolagem, dois aviões deram “um toque”.

Ainda que a baixa velocidade, a asa esquerda do Boeing 747 da British Airways (pequenino, como se sabe) bateu no Airbus A340 da Sri Lanka Airways, outro avião de “dimensões reduzidas”.

Apesar de tudo, a coisa resultou somente em danos materiais e o simples preenchimento da famosa declaração amigável.

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Conto do vigário

Parece que o muito que se tem ouvido falar da ASAE, e das suas acções, tem levado a que alguma escumalha deste país tenha tentado arrebatar alguns euros extra, fazendo-se passar por inspectores do referido organismo.

É o conto do vigário a servir os propósitos de gente sem escrúpulos que se vão aproveitando da inocência, ou da ignorância, em alguns casos, ou, ainda, da estupidez, em alguns outros casos, do pacato cidadão cá do burgo.

Mais tolerância zero

O último troço do Eixo Norte-Sul tem sido palco de corridas ilegais de automóveis e a CML aprovou, por unanimidade, a moção apresentada pelo Movimento Cidadãos por Lisboa que visa uma apertada fiscalização para combater este fenómeno urbano.

Muito bem, aprovado e perfeitamente de acordo, ainda que ponha sérias reservas à eficiência de tal medida que me traz à lembradura as notícias sobre a tolerância zero ao estacionamento em segundas, terceiras e quartas filas.

Beneméritos

A serem verdade as notícias que andam a circular por aí, vou ponderar, seriamente, mudar o meu parco património pecuniário para o Millennium BCP, já que parece que deram numa de beneméritos e andam, por aí, a perdoar dívidas de milhões de euros em juros devidos ao banco.

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

NÉON

Elemento gasoso incolor pertencente ao grupo dos gases nobres da Tabela Periódica com Z = 10.


Configuração electrónica 1s2 2s2 2p6.
MA = 20,179.
D = 0,9 g.L-1.
PF = -248,67° C.
PE = -246,05° C.


O elemento ocorre no ar (0,0018% em volume) e é obtido por destilação fraccionada de ar líquido, sendo necessárias 44 toneladas deste para se obter uma libra de néon.

Foi descoberto em 1898 por Sir William Ramsey e M.W. Travers.

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Site do engate na net do Afeganistão

Lido noutros blogs

- Socialismos melhores, no Tomar Partido
- Os oitenta, no Geração Rasca
- Parada do socialismo socretino, no We Have Kaos In The Garden
- Fundamentalismos, no Marcha dos Pinguins
- Mais uma no metro, no Desculpe Qualquer Coisinha
- Colunas pessoais, no A Cidade Digital

Medidas extremas

De vez em quando, a populaça da capital ouve falar de medidas, extremas ou preventivas, que visam reduzir o número de pombos existentes em Lisboa e, consequentemente, o número de cagadelas nefastas que, com alguma frequência, atingem os pacatos cidadãos.

Fonte segura informou este Vosso espaço de que os responsáveis da autarquia estão, seriamente, a pensar na solução apresentada a seguir…

24

A conhecida série televisiva, da qual, confesso, sou fan incondicional, vai passar a ter uma componente mais realista nos episódios futuros.

Toda a gente sabe que, antes de rodarem uma película ou uma série televisiva, os actores, regra geral, se preparam da melhor maneira de modo a encarnar o personagem com o máximo realismo possível.

Ora, de acordo com as novidades que chegaram ao Sempre a Produzir, o conhecido Kiefer Sutherland decidiu estudar mais um pouco para o papel de Jack Bauer e apanhou uma valente bebedeira para, depois, agarrar no carro e fazer-se à estrada e ser mandado parar pela BT lá do sítio.

Tudo de propósito, diga-se de passagem, já que actor sabia que, ao ser apanhado a conduzir alcoolizado e com a agravante de ter violado a liberdade condicional referente a uma anterior condenação, iria parar direitinho à prisão mais próxima, onde poderá estudar, in loco, os hábitos de gentalha parecida aos vilões com quem mede forças na série televisiva.

Presente em tribunal, Sutherland não contestou a acusação e apenas pediu ao juiz que os 48 dias que vai ter que cumprir atrás das grades não interferissem com as gravações da série que protagoniza, o que foi, prontamente, acedido pelo magistrado, também ele fan da série, que estabeleceu um “calendário” para o cumprimento da sentença.

Saúde ibérica

São estas as pequenas grandes diferenças que dão que pensar…

Há uns tempos atrás, a notícia cá no burgo era de que a populaça está a ficar desdentada por falta de verba para ir ao dentista…

Ao contrário do que se passa neste cantinho à beira mar plantado, o governo central e as comunidades autónomas dos nossos vizinhos espanhóis negociaram um programa que vai permitir que crianças entre os sete e os oito anos (para começar, porque o programa vai ser alargado até aos quinze anos até 2012) tenham acesso gratuito a consultas dentárias.

O programa inclui, ainda, a inclusão da vacina contra o papiloma humano, para prevenir o cancro do colo do útero, no calendário de vacinas gratuitas.

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Aviso sério aos pais de família

A novela Madeleine - VI

Afinal, os jornais de terras de Sua Majestade já dão o dito por não dito e começam a dar razão à polícia cá do burgo na maneira como esta está a investigar o caso, especialmente ao considerar o casal McCann como arguidos no caso da pequena criatura desaparecida.

Por outro lado, o bem português 24 Horas afirma, em letras garrafais, que a pequena Maddie, afinal, não estava só com os irmãos mas que haviam mais quatro crianças no apartamento, o que prova que o responsável, ou responsáveis, pelo desaparecimento da miúda não é(são) nada inteligente(s).

Afinal de contas, à meia dúzia tinha saído mais barato e ainda levava mais uma cria de bónus.

A populaça continua sem saber onde pára a Maddie, viva ou morta, e à espera de novos desenvolvimentos, de preferência mais sérios e com mais substância, sob pena da novela vir a perder audiências.

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

FLUOR

Elemento gasoso, amarelo claro, pertencente ao Grupo VII (halogéneos) da Tabela Periódica com Z=9.


Configuração electrónica: 1s2 2s2 2p5.
MA = 18,9984.
D = 1,7 g.L-1.
PF = -219,62°C.
PE = -188,1°C.


Quimicamente é o mais reactivo e electronegativo de todos os elementos.

É uma substância muito perigosa, que causa queimaduras graves quando em contacto com a pele.

O elemento foi identificado em 1771 por Sheele e isolado em 1886 por Moissan.

Evolução

Durante uma entrevista à TSF, Pedro Santana Lopes voltou a dizer que não está na “corrida” para a liderança parlamentar do partido laranja, mas que vai falar com Luís Filipe Menezes e que é um soldado que está sempre pronto para combater.

Há uns tempos atrás, Santana Lopes era um menino guerreiro…

domingo, 7 de outubro de 2007

Os protestos

Durante uma visita a Montemor-o-Velho, o Sr. Sócrates não gostou da populaça que o assobiou e vaiou, e decidiu apontar o dedo ao Partido Comunista, que diz ser o promotor dos protestos.

Em resposta às acusações do Sr. Sócrates, Jerónimo de Sousa disse que gostava que a contestação ao executivo socialista envolvessem apenas comunistas, já que seria um sinal de que teria maioria absoluta em futuras eleições, mas que, na realidade, estes protestos envolvem populaça de outros quadrantes políticos.

O homem tem razão e é bom que o Sr. Sócrates se vá habituando à ideia de que a contestação, à esquerda e à direita, se vai intensificar cada vez mais.

Fórmula Um

GRANDE PRÉMIO DA CHINA

07 de Outubro de 2007


Sinopec Chinese Grand Prix

Circuito de Shanghai - 5 quilómetros e 400 metros

Resultados

1º - Kimi Räikkönen
2º - Fernando Alonso
3º - Felipe Massa

Campeonato Pilotos

1º - Lewis Hamilton - 107 pontos
2º - Fernando Alonso - 103 pontos
3º - Kimi Räikkönen - 100 pontos

Campeonato Construtores

1º - Ferrari- 186 pontos
2º - BMW - 94 pontos
3º - Renault - 51 pontos

O erro de Lewis Hamilton, neste Grande Prémio da China, adiou a entrega do título de pilotos para o último grande prémio da temporada, que promete ser explosivo.

Hamilton já podia ser campeão e ter feito história, mas esta coisa de levar o desgaste dos pneus até ao limite tem muito que se lhe diga e não é para qualquer um, especialmente para um estreante com as responsabilidades, assumidas desde o início do campeonato, do jovem piloto britânico.

O erro pode custar-lhe o campeonato mas a populaça interessada nestes meandros da F1 sabe que é um erro perdoável, tendo em conta o excelente, e nada normal, trajecto assinado pelo piloto durante esta sua primeira temporada.

Pela consistência demonstrada, Hamilton merece vencer o campeonato, mas “a bola é redonda”, as máquinas são falíveis e os pilotos são humanos…

Que vença o melhor!

Próximo Grande Prémio, e último da presente temporada, a 21 de Outubro no Brasil.

Mais informações aqui.

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Coisas da cria

Hoje foi dia de consulta com o pediatra da pequena cria, a consulta dos dezoito meses, e as coisas até correram melhor do que seria de esperar, especialmente no que toca ao comportamento da nossa filha durante aqueles momentos em que, regra geral, o médico tenta examinar a criança e esta faz trinta por uma linha para lhe infernizar a vida.

Nada disso aconteceu e nossa filha portou-se, nas palavras do médico, exemplarmente, o que parece ser coisa rara nesta idade.

Depois de feitos os exames da praxe, chegou a altura do veredicto - excelente - e de ficarmos, os pais, mais uma vez, babados, orgulhosos e conscientes de que temos estado a fazer “um bom trabalho”.

Nota - A quem lhe interesse o tema, pode ler um relatório mais pormenorizado no Traquina e Irrequieta.

???

Como tinha a coisa em atraso cerca de 20 anos, aproveitei a vacinação da minha filha e levei a vacina contra o tétano, infligida com todos os requintes de malvadez e acompanhada dos habituais avisos sobre um possível inchaço, dor e um pouco de febre, como possíveis efeitos colaterais da referida vacina.

O que a enfermeira não me avisou, nem explicou, é como é que raio, num dia sem vento, tendo levado a picadela no braço esquerdo me dói o braço direito.

Um post por Burma



Ainda que a ditadura birmanesa tenha bloqueado o acesso à Internet, e nada disto chegue ao conhecimento da populaça lá daquelas bandas, o Sempre a Produzir associa-se à iniciativa “Um Post por Burma” na tentativa de travar a brutalidade desenfreada daquele regime ditatorial e repor o que de mais básico exista no que toca a direitos humanos.

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Produção de opiniões

Ainda que as opiniões produzidas não tenham sido muitas, o mais importante são as percentagens e o quadro abaixo é, até certo ponto, elucidativo sobre o nível de poupança da populaça e à óbvia conclusão de que somos uns tesos.

Ficam os meus agradecimentos a todos quantos votaram e a publicação duma nova sondagem, desta feita sobre o assunto mais importante para a pacata vida da populaça cá do burgo: o futebol.

Lido noutros blogs

- Chega de baixar as calcinhas, no We Have Kaos In The Garden
- Há dias assim, n’O Jumento
- “O dia-a-dia dum fantasma pervertido”, no TSI – Tristeza Sob Investigação
- Simcity Baixa Chiado, no A Arte da Fuga

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

OXIGÉNIO

Elemento gasoso, incolor, inodoro, pertencente ao Grupo VI da Tabela Periódica com Z = 8.


Configuração electrónica: 1s2 2s2 2p4.
MA = 15,9994.
D = 1,429 g.L-1.
PF = -214,4°C.
PE = -183°C.

É o elemento mais abundante na crosta terrestre (49,2% em peso) e está presente na atmosfera (28% em volume).

A forma mais comum é diatómica, O2, e, quimicamente, reage com a maioria dos elementos formando os óxidos.

A propósito do post abaixo…

A Unicer anunciou, ontem, que vai encerrar, lá para fins deste mês, o Centro de Produção de Loulé, o que afectará, que é como quem diz poderá levar ao desemprego, cerca de 60 trabalhadores.

As balelas do costume

A populaça já sabe que o Português é uma língua ambígua e traiçoeira, mas não nos queiram atirar com areia para os olhos nem fazerem do cidadão estúpido.

Os números são claros e a taxa de desemprego, cá no burgo, aumentou, face ao ano passado, de 7,5% para 8,3%, ao contrário, mais uma vez, da tendência verificada na União Europeia e sendo Portugal o país que registou o aumento relativo da taxa de desemprego mais acentuado.

Declarações como as que foram prestadas por um deputado socialista, ao afirmar que o emprego aumentou em termos líquidos, que há mais portugueses com emprego e que a taxa de desemprego subiu fruto, isso sim, dum crescimento muito significativo da população activa, dão, no mínimo, vontade de rir e fazem pensar até que ponto é que este executivo vai continuar a enganar a populaça com falinhas mansas e conversetas de treta.

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Lido noutros blogs

- Cegueira na hora de ponta, no Desculpe Qualquer Coisinha
- Começou o choradinho, no Mais Actual

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

NITROGÉNIO

Elemento gasoso, incolor, pertencente ao Grupo V da Tabela Periódica com Z = 7.


Configuração electrónica: 1s2 2s2 2p3.
MA = 14,0067.
D = 1,2506 g.L-1.
PF = -209,86°C.
PE = -195,8°C.


Ocorre no ar (cerca de 78% em volume) e é constituinte essencial de proteínas e ácidos nucleicos dos organismos vivos.

Foi descoberto em 1772 por Daniel Rutherford. Mais tarde, recebeu da parte de Lavoisier a designação de "azoe" para, definitivamente, passar a chamar-se nitrogénio, graças a Chaptal, em 1790.

Pequeno esquecimento

Os tipos do SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) até que são uns gajos humildes e porreiros, para não os chamar de otários e ingénuos, quando dizem que acreditam que a exclusão deste organismo da Interpol e da Europol, no âmbito da nova lei que estabelece a organização da investigação criminal cá no burgo, foi um mero lapso de memória de quem elaborou a referida lei.

Ainda que tenham razão, e que, realmente, tenha havido um esquecimento, não deixa de ser absolutamente ridículo e, porque não, imperdoável deixar de “fora da lei” o organismo que mais lida com a imigração ilegal cá do burgo.

Tolerância dois ou três ou quatro

Foi sol de pouca dura aquela história, nas palavras do novo Presidente da Câmara de Lisboa, da tolerância zero para o estacionamento irregular, e, depois de cerca de uma semana de acalmia, durante a qual comerciantes, residentes e cidadãos mais atentos puderam confirmar uma verdadeira melhoria, fruto da pressão exercida pelas autoridades (in)competentes, o caos continua a fazer sentir-se.

Coincidiu, com a notícia hoje publicada, a minha ilustre personalidade ter tido que deslocar-se a um hospital da capital, e devo dizer que é vergonhoso e ultrajante ver nove carros estacionados em cima do passeio e qualquer coisa como uma dúzia de outras viaturas paradas em segunda e terceira filas, com os quatro piscas ligados, nas imediações dum hospital, prejudicando, inclusive, a normal passagem de ambulâncias.

Por muito que custe encontrar um buraco para deixar a carripana e pagar o muito caro estacionamento, torna-se necessário que, a par duma real e continua fiscalização por parte das autoridades, haja senso comum por parte dos cidadãos que tanto se queixam, mas que nada fazem para melhorar a situação.

Electricidade 2008

Há uns meses atrás, falei, aqui, sobre esta coisa do preço da electricidade vir a baixar nos três últimos meses de 2007 e deixei no ar a pergunta de como seria em 2008.

Agora, que estamos a cerca de duas semanas de serem propostas as tarifas a aplicar para o próximo ano, as minhas dúvidas tornam-se mais fortes, tendo, especialmente, em conta a notícia que dá conta de que o preço da electricidade pode vir a subir mais do que a inflação.

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Para todos os gostos

A vitória de Luís Felipe Menezes nas directas do PSD pode, muito bem, abrir um novo capítulo na história do partido, ao deixar, desde já, bem claro que, venham de lá os “barões” (acho piada à nomenclatura) que vierem, o novo manda chuva irá buscar a força e os votos de que necessita às bases do partido, e o seu discurso, mais directo, acutilante e provocador, não deverá passar em claro nem deixar ninguém indiferente.

Na minha modesta opinião, Marques Mendes saiu derrotado, neste segundo confronto que teve com Menezes, fruto, especialmente, do pouco carisma de líder que apresentou enquanto líder do PSD, traduzido numa clara falta de capacidade para levar o partido a fazer uma verdadeira oposição ao governo de Sócrates.

Como sempre sucede, nestas coisas de eleições partidárias, as opiniões sobre os resultados aparecem de todos os quadrantes e para todos os gostos da populaça cá do burgo.

Francisco Anacleto Louçã diz que a eleição de Menezes é uma prova da crise do sistema político e da sua vulnerabilidade ao populismo, tomando como certo que a nova liderança laranja não vai trazer grandes surpresas.

Pela parte do CDS-PP, Nuno Melo considerou que é indiferente quem está à frente do destino do PSD, alvitrando, ainda, que o partido nunca dependeu dos laranjas para nada, afirmação, quanto a mim, algo duvidosa, e que cada qual sabe de si.

Declarações aparte, é bom que os lideres centristas não se esqueçam que, em inúmeras ocasiões, muitos foram os militantes do partido que cederam o chamado voto útil ao PSD.

À esquerda, Jerónimo de Sousa não comentou a vitória de Menezes, mas lá foi dizendo que o problema do PSD é que viu o seu espaço ser ocupado pelo Partido Socialista, o que o deixa sem grandes margens de manobra.

Mário Soares emitiu, talvez, a opinião mais “engraçada”, ao afirmar que o que aconteceu no PSD foi uma desgraça.

Devo ser mesmo lerdo de ideias, nestas coisas de politiquices cá do burgo, porque não consigo descortinar a profundidade e o sentido das afirmações deste socialista convicto, ao dizer que o sucedido não lhe agrada e que se o governo não tem uma oposição forte pode fazer o que bem lhe apetecer e dizer que não tem alternativa.

Ora, tendo em conta as convicções de Soares, digo eu que socialistas e de acordo com as políticas deste governo, há qualquer coisa que me escapa e o antiquado socialista até devia estar contente com a tal “desgraça” alheia.

Uma última nota para as declarações de Santana Lopes, que considera a vitória de Menezes significativa e importante, por quem ganhou e por quem perdeu, numa clara referência ao resultado negativo alcançado pela ala dos tais “barões”.

A novela Madeleine - V

Já há algum tempo que não se ouvia falar do caso, que, obviamente, deixou de ser notícia constante após o regresso do casal McCann a terras de Sua Majestade.

Por momentos, ainda houve uma noticiazeca duma turista qualquer que tinha visto a miúda em Marrocos, ou coisa que o valha, mas ninguém lhe deu grande crédito.

Agora vêm os ingleses dizer que a miúda pode ter morrido por causa duma queda pelas escadas do apartamento abaixo, o que me leva a continuar a perguntar sobre o paradeiro do corpo e onde é que os McCann entram no meio disto tudo.

Por outro lado, à laia de dois possíveis guiões para a novela e numa de ver as preferências do público, o mesmo jornal diz, ainda, que a polícia anda a seguir uma pista que dá conta duma empregada de limpeza do Ocean Club, despedida uns dias antes do desaparecimento da pequena Maddie, como suspeita de ter raptado a miúda, num acto de vingança contra os antigos patrões.

A novela seguirá dentro de momentos, com novos e escaldantes episódios…

Passemos a ter cuidado

A não ser por alturas das FP-25, a populaça cá do burgo nunca teve muito com que se preocupar no que toca a acções terroristas dentro das nossas fronteiras, já que os nossos serviços de informação, e as nossas polícias, sempre foram pactuando com as suas congéneres internacionais sem levantar muitas ondas e sem dar muito nas vistas.

A luta contra o terrorismo é, sem qualquer dúvida, um aspecto da maior importância em qualquer país, e Portugal não é excepção, mas esperemos que as coisas não mudem de figura e que a pacatez cá do burgo não seja afectada com este estreitar de relações, entre Portugal e Espanha, fruto duma mera suspeita de que uma pequena célula da ETA poderá estar a operar a partir do Algarve.

Goodbye, Moneypenny


Lois Maxwell (1927 – 2007), conhecida pelas suas catorze interpretações como secretária do manda chuva do MI-6 nos filmes do agente secreto James Bond, morreu, no passado Sábado, com oitenta anos.

Fórmula Um

GRANDE PRÉMIO DO JAPÃO

30 de Setembro de 2007


Fuji Television Japanese Grand Prix

Circuito Fuji Speedway - 4 quilómetros e 563 metros


Resultados

1º - Lewis Hamilton
2º - Heikki Kovalainen
3º - Kimi Räikkönen

Campeonato Pilotos

1º - Lewis Hamilton - 107 pontos
2º - Fernando Alonso - 95 pontos
3º - Kimi Räikkönen - 90 pontos

Campeonato Construtores

1º - Ferrari - 170 pontos
2º - BMW - 92 pontos
3º - Renault - 51 pontos

Próximo Grande Prémio a 07 de Outubro na China.

Mais informações aqui.

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Lei do menor esforço

Será que o bicho está numa de entretenimento ou tem alguma pulga nos costados?

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

CARBONO

Elemento não metálico pertencente ao IV grupo da Tabela Periódica com Z = 6.


Configuração electrónica: 1s22s22p2.
MA = 12,011.
PF ~ 3550°C.
PE = 4289°C.

O carbono é único entre os elementos, uma vez que forma um vasto número de compostos, mais do que todos os outros elementos
combinados, à excepção do hidrogénio.

Existe em três formas alotrópicas principais: o diamante e a grafite, que ocorrem naturalmente como sólidos cristalinos e possuem propriedades diversas, e o carbono amorfo, que é um termo aplicado a uma grande variedade de substâncias carboníferas que não entram nas duas classificações anteriores.

A ferro e fogo


As notícias que vão chegando começam a ser contraditórias, nomeadamente, na forma como o regime militar está a lidar com os manifestantes, havendo já quem avance que chegaram a abrir fogo aéreo sobre civis, no que respeita aos números de mortos, feridos e populaça detida, e às movimentações militares em curso em Myanmar, ou Birmânia, para quem preferir.


Certeza, só uma: a populaça lá do burgo, com os monges budistas à cabeça, está farta do regime militar que lhes impõe a lei há mais de quarenta anos.

Coisas da cria

Durante as minhas lides de limpeza à casa, tive que abandonar o aspirador durante breves momentos, tão breves que nem me dei ao trabalho de o desligar, e este foi o resultado:

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

BORO

Elemento do grupo III, constituinte do bloco p da Tabela Periódica com Z = 5.


Configuração electrónica: 1s22s22p1.
MA = 10,81.
D = 2,35 g.cm-3.
PF = 2079°C.
PE = 2550°C.

Desde os Babilónios, há cerca de 6.000 anos, que são conhecidos compostos de boro, havendo, também, evidência que os Egípcios, Chineses, Tibetanos e Árabes usaram este material.

O boro produz uma chama verde.

Interrupção. O programa segue dentro de momentos…

Pedro Santana Lopes acedeu a dar uma entrevista, na SIC Notícias, onde abordava, especialmente, o momento tumultuoso que se vive no seio do PSD.

Importante, sem dúvida, uma vez que a unidade interna do maior partido da oposição já teve melhores dias e parece estar com tendência para piorar, à medida que se aproxima a data das eleições internas que decidirão quem será o próximo manda chuva laranja.

Importante, sem dúvida, porque Santana Lopes é um político reconhecido, cujas considerações, esteja-se, ou não, de acordo com as mesmas, devem ser levadas em linha de conta pela populaça mais atenta aos meandros políticos cá do burgo.

Literalmente, Santana Lopes viu o pio ser-lhe cortado quando, de repente, a pivot do telejornal passou a emissão para o aeroporto de Lisboa para reportar, em directo, a importantíssima chegada de José Mourinho, de volta a terras lusas.

Independentemente de se tratar de Pedro Santana Lopes, do emplastro, que aparece, frequentemente, frente ás câmaras durante as reportagens realizadas no Porto, do Papa, do Dalai Lama ou do raio que o parta, o, abruptamente interrompido, cidadão tem toda a razão em, quando a jornalista pretendia retomar a entrevista, insurgir-se, levantar-se e abandonar o estúdio, deixando a pivot a falar sozinha.

Santana Lopes tem toda a razão ao afirmar que o país está louco.