quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Porreiro, pá!

Parece ser que o filho mais novo do Sr. Sócrates foi assaltado, quando passeava com um amigo, algures em Telheiras, local onde, aparentemente, reside.

Porreiro, pá! Não há crise. Foi só mais um assalto num país que o Sr. Sócrates apelida de seguro, porque esta coisa do acréscimo dos assaltos é normal em tempos de aperto de cinto, desemprego e falta de euros nos bolsos da populaça.

Num país onde tantos e tantos anónimos são assaltados, sem que ninguém faça referência a tal facto, fica por saber se o rapazinho levava alguma inscrição cravada na testa de modo a que os larápios soubessem quem é que estavam a assaltar.

1 comentário:

scas disse...

O assalto foi aqui em Telheiras, à saída do Metro, mas parece que o palhaço-mor vive no Edifício Castil? Castilho? na R. Braancamp (do Marquês ao Rato). Parece q vinha com um amigo...