quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Tachos, panelas e afins


A Refer, presidida por Luís Pardal, despediu um alto funcionário, de sua graça Manuel Lopes Marques, e deu-lhe uma indemnização de 210 mil euros.

Passados poucos meses, a Rave, outra empresa do grupo CP, também presidida pelo mesmo Luís Pardal, voltou a contratar o anteriormente dispensado Manuel Lopes Marques para assessor do conselho de administração, com um pequeno salário mensal de cinco mil euros.

Escândalos merdosos destes, só mesmo cá no burgo.

1 comentário:

Raposa Velha disse...

Pois.... percebe-se como isto dá prejuízo e o serviço é caro e fraco!
Sugiro uma espreitadela ao CV em inglês de Luis Pardal [cópia].
:D